Orações

NO ME MUEVE

Santa Teresa de Jesus

Espanhol Português

No me mueve, Señor, para quererte
El Cielo que me tienes prometido,
Ni me mueve el infierno tan temido
Para dejar por eso de ofenderte.

Tu me mueves, Señor,
Muéveme el verte
Pregado en una Cruz e escarnecido.
Muéveme ver tu Cuerpo tan herido,
Muévenme tus afruentas e tu muerte.

Muéveme al fin tu amor,
Y en tal maniera
Que no hubiera cielo, yo te amara,
Y no hubiera infierno, te temiera.

No me tienes que dar por que te quiera,
Pues aun lo que espero no esperara,
Lo mismo que te quiero
Te quisiera.

Não me move, Senhor, para Te amar
O Céu que me prometestes,
Nem me move o inferno tão temido
Para deixar por isso de Te ofender.

Tu me moves, Senhor,
Move-me ver-te
Pregado em uma Cruz e escarnecido.
Move-me ver teu Corpo tão ferido,
Movem-me tuas afrontas e tua morte.

Move-me enfim teu amor,
E de tal maneira,
Que ainda que não houvesse Céu eu te amaria,
E ainda que não houvesse inferno te temeria.

Nada tens que me dar para que eu te queira,
Pois, mesmo que eu não esperasse o que espero,
O mesmo que te quero
Eu te quereria.

Marcel Barboza Administrator
O responsável pelo site é Licenciado em Filosofia pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e Especialista (pós-graduado) em Filosofia e Ensino de Filosofia pelo Centro Universitário Claretiano (CEUCLAR). Editor e professor.
×
Marcel Barboza Administrator
O responsável pelo site é Licenciado em Filosofia pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e Especialista (pós-graduado) em Filosofia e Ensino de Filosofia pelo Centro Universitário Claretiano (CEUCLAR). Editor e professor.
Mostrar mais

Marcel Barboza

O responsável pelo site é Licenciado em Filosofia pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e Especialista (pós-graduado) em Filosofia e Ensino de Filosofia pelo Centro Universitário Claretiano (CEUCLAR). Editor e professor.

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo