twitter
  •  

UM FATO EXTRAORDINÁRIO

| Posted in miscelânia |

0

    Um bom homem, católico fervoroso, estava desempregado, suas economias estavam no fim e não tinha como sustentar sua esposa e filhos.
    Suas reservas gastara no sustento dos seus. Só lhe restavam uns trocados que dariam para o almoço de um dia.
    Eis que ele resolve fazer algo inesperado. Manda celebrar uma missa, por uma alma do purgatório necessitada. Paga a espórtula com os trocados que lhe restavam. Assiste ao Santo Sacrifício da Missa e comunga pela alma necessitada.
    Terminada a missa, ao sair da igreja, é abordado por um senhor de porte aristocrático, que lhe diz: “o senhor está precisando de emprego” “vá a tal rua, tal número na firma x e diga que eu mandei que lhe dessem um emprego”.
    Ele se dirige à firma, fala o que lhe fora dito, mas recebe como resposta que não havia emprego disponível. Ele, então, fala que fora o senhor do quadro na parede quem lhe dissera para pedir emprego.
    O dono da empresa, espantado, diz: “como? Aquele é meu avô, o fundador da empresa e que morreu faz 40 anos!”
    Então, o desempregado conta toda a história e o dono da firma entende que a Santa Missa fora aplicada a seu avô e o levara para o céu, e que aparecera para recompensar seu benfeitor. O dono resolve, então, empregar o bom homem.

(O Desbravador, Jan/Fev 2004)